22 de abril de 2016

SEIXAL - TERENA

22.4.16

Seixal, dia 2 de Abril, dia de pedalar quase 200km por uma causa solidária e primeiro evento onde partimos oficialmente como The RED Project.
Foi mais ou menos há um ano que pela primeira vez ouvimos falar no Seixal-Terena, um passeio de bicicleta de estrada entre estas 2 localidades, organizado pelos nossos amigos Nelson e Sergio Rosado, mais conhecidos como os Anjos.

O ano de 2016 foi a sua 7ª edição e a nossa segunda participação.
Tudo começou em 2009, como uma brincadeira de meia dúzia de amigos e tem vindo a crescer de ano para ano, chegando aos dias de hoje a [números não oficias] 400 ciclistas.
O pedalar, o desafiar dos limites do corpo, tanto pelos kms como pelas horas em cima da bicicleta, já por si é de louvar, mas mais importante ainda é toda a causa solidária que está por trás.
São 4 as instituições a serem contempladas com alimentos de primeira necessidade e outros bens, uma em cada ponto de paragem ao logo do percurso, Seixal, Montemor-o-Novo, Évora e Terena.
Aos participantes não é exigido qualquer pagamento, apenas uma doação de bens alimentares a juntar às toneladas previamente recolhidas entre os parceiros do evento.

A partida é dada às 8.00h da manhã, mais coisa menos coisa, e ver todo aquele mar de gente colorida é algo de maravilhoso. Uma partida calma e tranquila, pois trata-se de um evento solidário sem qualquer competição, aliás é algo que tanto o Nelson como o Sérgio, fazem questão de constantemente relembrar e ao contrário de outros eventos semelhantes, neste, o espírito é cumprido à risca. Esse espírito é bem visível durante todos os kms em cima da bicicleta, dá para conversar e brincar sem desrespeitar o código da estrada. Este ano houve a ajuda da GNR , mais precisamente a divisão de trânsito do destacamento de Setúbal e Évora, os riscos foram bastante minimizados.

Apesar do amanhecer algo frio e escuro, com o passar dos kms e com a aproximação ao Alentejo, veio o sol e o calor típico desta região. Esse mesmo Alentejo veio trocar a paisagem urbana pela característica planície da zona, pautada por um constante sobe e desce.
Se até à localidade de Évora o andamento foi mais ou menos controlado, o circular numa E.N. muito movimentada assim o obriga, a partir daqui e com a entrada em estradas menos movimentadas é dada total liberdade a quem quiser pedalar a um ritmo mais elevado, pelo menos até à localidade do Redondo, onde mais uma vez é feito o reagrupamento da coluna humana, desde aqui e até ao destino final, na igreja fortaleza da Boa Nova em Terena, rola tudo em pelotão compacto para uma chegada em grupo.






Para quem é amante da modalidade desportiva, este passeio tem um bónus, o de podermos pedalar lado a lado com ciclistas profissionais, actuais e de outros tempos. De destacar o Rui Sousa, ciclista profissional da Rádio Popular Onda, que prescindiu de ir competir a Espanha com a sua equipa para estar presente em mais um Seixal-Terena. Manuel Zeferino, glória do ciclismo nacional e vencedor da Volta a Portugal em 1981, é outra presença constante.

Após a chegada é tempo de contar as histórias e peripécias vividas ao longo do dia, tomar um banho e prepararmo-nos para o jantar de convívio, onde não falta comida, bebida e boa disposição pela noite dentro.
Após o mesmo, seguimos para Évora onde fomos dormir ao ecorkhotel, mas isso é escrita para um outro post.

Mais uma vez obrigado ao Nelson e ao Sérgio pelo convite e para o ano lá estaremos no 8º Seixal-Terena.








Seixal, April 2, a day to pedal almost 200 km by a joint cause and the first event where we started officially as The RED Project.
It was about a year ago that we heard for the first time in Seixal-Terena, a road bike ride between these two locations, organized by our friends Nelson and Sergio Rosado, better known as ANJOS.


The year 2016 was its 7th edition and our second participation.
It started in 2009 as a half-dozen friends joke and has been growing from year to year, reaching today to [unofficial numbers] 400 cyclists.
The pedaling, the challenge of the body's limits, both for the miles as for the hours on the bike, in itself is commendable, but more important is the whole solidarity cause behind.
4 are the institutions to be covered with staple food and other goods, one at each stopping point along the route, Seixal, Montemor-o-Novo, Évora and Terena.
Participants are not required any payment, only a donation of food to join the tonnes previously collected between partners of the event.

The start happens at 8.00 am, give or take, and to see all that sea of ​​colored people is something wonderful. A calm and quiet departure, because it is a solidarity event without any competition, by the way it is something that both Nelson and Sergio, are keen to constantly remember and unlike other similar events, in this, the spirit is fulfilled to the letter. This spirit is clearly visible during all kms on the bike, you can talk, you can and play. All this without breaching the traffic rules which this year had the help of the National Guard, specifically the traffic division of the posting of Setúbal and Évora, the risks were very minimized.

Despite the dawn somehow cold and dark, over the miles and as we approached to Alentejo, came the sun and the heat typical of this region. The same Alentejo changed the urban landscape by the characteristic area of ​​the plain, marked by a constant up and down.
If to Évora the progress was more or less controlled, the circular in a very busy EN so requires, from here and the entry into less busy roads, is given complete freedom to those who want to ride at a higher pace, at least to the location of Redondo, where once again is made the reunification of the human spine, from here and to the final destination, the fortress church of Boa Nova in Terena, rolls all in compact peloton for a group arrival.

For anyone who is a lover of the sport, this tour has a bonus, to be able to ride side by side with professional cyclists, current and from other times. Highlight Rui Sousa, professional cyclist Radio Popular Onda who refrained from going to compete in Spain with his team to be present in another Seixal-Terena. Manuel Zeferino, a national cycling glory and winner of the Tour of Portugal in 1981, is another constant presence.

Upon arrival it is time to tell the stories and adventures lived throughout the day, take a shower and prepare for dinner convivial, where there will not be a lack of food, drink and good mood all thru the night.
After it, we went to Évora where we went to sleep to ecorkhotel, but that's something we will writte in another post.

Thanks again to Nelson and Sergio for the invitation and for the next year we will be at the 8th Seixal-Terena.

1 comentário:

Unknown disse...

Olá meus amigos!!! Foi um prazer poder contar com a vossa presença. Gostaria de vos dar os parabéns não só pela participação mas também pela forma clara e simples como descrevem o passeio! Para o ano cá vos esperamos para mais uma edição deste passeio anual diferente e tão especial pelas diferentes missões que encerra. Abraço Nelson Rosado