29 de julho de 2016

ULTRA ENDURANCE | O DESAFIO POR UMA CAUSA!

29.7.16
Trail Running na vertente de Ultra Endurance é o tipo de desafio que encaixa num projeto que pretendo continuar a fazer por muitos e longos anos. A minha ideia é fazer todos os anos um evento de Ultra Endurance de dureza extrema, onde possa usufruir de todas as privações e provações do Ultra Trail em ambiente de Montanha, lidar com os meus fantasmas e detonar para bem longe a minha zona de conforto. Ir a sítios onde dificilmente se consegue sem ser num evento desta natureza são os motivos que me levam a adorar esta modalidade desportiva de competição.

O meu objetivo para 2016 estava bem definido após a conclusão em 2015 de uma prova que é uma gigantesca volta a um Pais, Andorra Ultra Trail - Ronda del Cims.

Ronda del Cims é um evento de ultra endurance extrema, pois além da distância de 170km, há o desafio adicional de conquistar um desnível acumulado de 27000 mts em trilhos exigentes e muito técnico e numa quota média de 2069 mts e 16 montanhas.

Para 2016 o objetivo seria não só o desafio de ultra endurance onde pudesse colocar à prova em todas as minhas competências físicas e muito especialmente mentais e também associar a minha participação a uma causa social.

A causa estava identificada, ajudar animais de rua e abandonados através da 2mãos4patas VNP onde umas das responsáveis é também atleta de Trail a Cristina Couceiro. 

Definir o desafio foi um pouco mais complicado mas a ideia seria algo relacionado com trail Running em regime ultra endurance em alta montanha com o máximo de possível de privação.

Então surgiu a hipótese de acompanhar um grupo de atletas portugueses que vão disputar em Marrocos, em Oukaimeden para participar num evento 105k com 6500 mts de desnível positivo, os grandes desafios são as subidas de alta montanha Tizi n’Tarharate (3456m) e Tizi Tichki (3550m) e os brutais desníveis negativos (1200m em 4km) durante todo o evento existem somente 4 postos de abastecimento sendo que três deles são com alimentos sólidos.

É portanto UTAT – Ultra Trail Atlas Toubkal uma prova de sobrevivência, sendo assim identificado o paralelismo com a forma como a causa animal e a sua luta pela sobrevivência. 

João Mota




Ultra Endurance Trail Running  is the kind of challenge that fits into a project that I intend to continue to do for many years to come. My idea is to make every year an Ultra Endurance event of extreme hardness, which able's me to use all the hardships and privations of the Ultra Trail in a Mountain environment, dealing with my ghosts and set off far away from my comfort zone. Go to places where you hardly can not be, unless in an event of this nature ,are the reasons that lead me to love this competition sport.

My goal for 2016 was well set after the completion in 2015 of a test that is a giant all around a Country, Andorra Ultra Trail - Ronda del Cims.

Ronda del Cims is an ultra extreme endurance event, because besides the distance of 170km, there is the additional challenge of conquering a cumulative gap of 27000 mts in demanding and very technical tracks and an average share of 2069 meters and 16 mountains.

For 2016 the goal was not only the challenge of ultra endurance where i could put to the test all my physical and mental skills but especially also associate my participation to a social cause.

The cause was identified, helping stray and abandoned animals by 2mãos4patas VNP which one of the person in charge is the Trail athlete Cristina Couceiro.

Setting the challenge was a bit more complicated but the idea would be something related to Trail Running in ultra endurance regime in high mountain with maximum possible deprivation.

Then came the chance to accompany a group of Portuguese athletes who will compete in Morocco in Oukaimeden to participate in a 105k event with 6500 meters of positive vertical drop, the major challenges are the high mountain ascents Tizi n'Tarharate (3456m) and Tizi Tichki (3550m) and the brutal negative gaps (1200m in 4km) throughout the event there are only 4 supply stations and three of them are with solid food.

It is therefore UTAT - Ultra Trail Atlas Toubkal a test of survival, so identified in parallel with the way the animals cause and their struggle for survival.

                                                                                                                                  João Mota

1 comentário:

Pedro Santos disse...

Estou à espera que decidas qual é a Ultra Endurance que vais fazer ;)