19 de setembro de 2016

O QUE SÃO FÉRIAS RED? #2 SOLAR DOS MASCARENHAS

19.9.16


Depois de 5 dias maravilhosamente desfrutados aqui, onde já éramos tratados como familia, não foi fácil fazer malas para o destino seguinte, mas as nossas férias ainda só estavam a começar e lá fomos nos para o segundo destino, Vila Viçosa!


Mais uma vez a marcação foi realizada através da Odisseias e o alojamento escolhido foi o Hotel Solar dos Mascarenhas, que apesar de estar localizado no centro da vila, mesmo ao lado do Paço Ducal, respeitava as nossas "exigências" para estas férias. Tínhamos a garagem privada do hotel, para uso exclusivo de estacionamento para a bicicleta, [o que é bastante bom, quando queremos sair às 6 da manhã sem incomodar os restantes hóspedes], uma piscina óptima para a família, para refrescar nas tardes quentes deste Alentejo profundo, só não tínhamos como cozinhar, mas para três noites não iria ser complicado, pensámos nós!!!

Em Vila Viçosa  respira-se história, a nossa história. Foi uma terra de Reis e Rainhas, um refúgio da família Real Portuguesa e como tal os recantos para se explorar e os monumentos para visitar são bastantes. Não deixem de visitar o Palácio Ducal de Vila Viçosa, os nossos 2 filhos de 4 anos adoraram!

Uma chamada de atenção para a restauração, apesar de toda a comida que tivemos o prazer de provar ser bem confeccionada, já o seu preço, esse foi exageradamente inflaccionado para o que tínhamos no prato, mas como alguém da terra mais tarde nos disse, "em terra de Rei ou sabes onde ir ou pagas como Rei", só no último dia descobrimos onde ir, pior, era na mesma rua do Hotel, uns metros mais acima.

Desportivamente falando e à semelhança de Alcáçovas, estamos numa encruzilhada de estradas, umas mais secundárias, outras nem tanto, mas todas em óptimo estado de conservação para a pratica do ciclismo e ou atletismo, o difícil foi mesmo escolher, mas lá acabei por optar por Elvas.


Escolhido o destino só faltava ver a estrada e aqui a escolha não poderia ter sido melhor, uma estrada secundária com cerca de 30 km através dos montes alentejanos, foi um sobe e desce constante sem ver uma única viatura, ok eram 6.30h da manhã, mas mesmo assim estes 30 km foram deliciosos. Deu para apreciar a paisagem, ver a fauna e a flora, deu para invejar as dezenas de construções no topo dos montes alentejanas e sem dar por isso lá estava eu às portas das antigas muralhas de Elvas. Deu para pedalar um pouco através da zona histórica da cidade, mas como o tempo não parava e mais uma vez queria estar de volta para o pequeno almoço em família, foi hora de voltar à estrada e regressar.

O regresso foi feito pela estrada nacional que liga Borba a Elvas, uma estrada com bermas bem largas onde pudemos circular em segurança, ao contrário do que infelizmente é costume acontecer quando treino perto de casa, não tive qualquer sobressalto ou susto com viaturas motorizadas, e calhar são os ares alentejanos...

A ligação Borba - Vila Viçosa foi feita por uma estrada secundária, maioritariamente em pavê, mas em óptimas condições de preservação, nada difíceis de pedalar, ainda tive tempo de passar pelo centro da vila e regressar ao Hotel, onde a minha família ainda dormia um sono profundo.

Podem ver todo o percurso e respectiva altimetria no STRAVA aqui.

Se quiserem algo mais desafiante podem sempre optar por pedalar em direcção ao Alandroal e Redondo e assim apanham um pouco da Serra d'Ossa, eu como estava de férias e porque as férias também desgastam fisicamente, decidi por algo diferente.

Faltou dizer que o hotel Solar dos Mascarenhas, para além de bike friendly, também é pet friendly, se for esse o vosso caso, é uma óptima opção. Infelizmente o restaurante só serve grupos superiores a 8 pessoas, já o pequeno almoço, esse é divinal, com as compotas e bolos caseiros, óptimos para a recuperação pós treino.

Concluindo, Vila Viçosa é um perfeito destino RED, perfeito para o RUN or RIDE, só temos de ter cuidado com o EAT and DRINK.





After five days wonderfully enjoyed here, where we were already treated like family, it was not easy to pack for the next destination, but our vacation were only beginning and of we went for our second destination, Vila Viçosa!

Again the booking was performed by Odisseias and the accommodation chosen was the Hotel Solar dos Mascarenhas, who despite being located in the town center, right next to the Ducal Palace, respected our "demands" for these holidays. We had the private garage of the hotel for exclusive use of parking the bike, [which is pretty good when we want to leave at 6 am without disturbing the other guests] a great family pool to cool off in the hot afternoons of Alentejo, we just couldn't cook, but for three nights it shouldn't be complicated, we thought !!!

In Vila Viçosa you breathe history, Portuguese history. It was a land of Kings and Queens, a retreat of the Royal Family and as such the corners to explore and monuments to visit are more than enough. Do not forget to visit the Vila Viçosa Ducal Palace, our two 4 years  old children loved it!

A reminder for the restaurants, despite all the food we had the pleasure to taste to be well prepared, the price was overly inflated for what we had on the plate, but as one inhabitant later told us, " in the land of King either you know where to go or paid as King ", only on the last day we found out where to go, worse, it was on the same street of the Hotel, a few meters above.

Sportingly speaking and like Alcáçovas, we are at a crossroads of roads, some secondary roads, some not, but all in excellent condition for the practice of cycling and or athletics, the difficult part was to choose from, but we choose to go to Elvas.

Destination choosen, just needed to see what road and here the choice could not have been better, a country road with about 30 km through the hills of Alentejo, was an constantly up and down without spotting a single car, ok it was 6.30 am, yet these 30 km were delicious. I was able to enjoy the scenery, see the fauna and flora, to envy the dozens of houses on top of the Alentejo hills and without realizing, there I was at the gates of the ancient walls of Elvas. I was able to pedal a bit through the old town, but as time did not stop and once again wanted to be back for breakfast with the family, it was time to return to the road and back to the hotel.

The return was made thru national road that connects Borba to Elvas, a road with very wide roadsides where i could pedal safely, contrary to what unfortunately is customary when training close to home, I had no startle or scare with motorized vehicles, maybe is something in the Alentejo air...

The Borba - Vila Viçosa connection was made by a secondary road, mostly in pavé, but in optimal preservation conditions, nothing difficult to ride, I still had time to go through the town center and return to the hotel, where my family was still sleeping one deep sleep.

You can see all the way and its altimetry in Strava here.

If you want something more challenging you can always choose to ride towards Alandroal and Redondo and so catch some of the Serra d'Ossa, as I was on vacation and because the holidays also physically wear's you out, I decided on something different.

Missed to say that the hotel Solar dos Mascarenhas, as well as bike friendly, it is also pet friendly, if that is your case, it's a great choice. Unfortunately the restaurant only serves groups larger than 8 people, as for the breakfast, it's divine, with homemade jams and cakes, great for post workout recovery.

In conclusion, Vila Viçosa is a perfect RED destination, perfect for the RUN or RIDE, we just have to be careful with the EAT and DRINK.

Sem comentários: