20 de fevereiro de 2017

MY FIRST TIME!

20.2.17

A minha primeira vez... A minha primeira vez numa prova de bicicleta foi em 1992, tinha eu uns fantásticos 13 anos de idade! Porra, parece que foi noutra vida! 


Como estava a dizer foi à 25 anos, no parque de merendas da comenda, Setúbal. Lembro-me como se fosse hoje, a excitação, o nervosismo por participar na minha primeira competição em 2 rodas. A realidade era outra bem diferente dos dias de hoje.

Bicicleta de aço a pesar uns bons 16kg, bem diferente da actual que não chega aos 10kg, mas como se costuma dizer quando não conhecemos outra realidade, não sentimos falta do que não temos. Pedais de encaixe, nesta altura, nem sabia o que isso era, a roupa técnica então, era uma camisola de um tecido que mais parecia lixa, a carneira dos calções, se é que se podia chamar de carneira, era algo pouco mais denso que a própria licra e o capacete então não era mais que um pedaço de esferovite com uma licra por cima.



Nos dias de hoje, quando revejo fotos dos meus primórdios no ciclismo, dou comigo a pensar, como é que era possível pedalar naquelas condições, mas a verdade é que era. E tanto que eu me diverti naqueles anos. A equipa era composta por mim, o meu pai e dois tios, éramos o Team Caldeiras! Equipa federada, que muitos troféus conquistou ao longo dos seus anos de existência. Nesta prova eu ganhei o meu primeiro, ao cortar a linha de meta em segundo lugar, quase a vomitar do esforço...

Com o passar do tempo, outros se juntaram a nós, primeiro o meu irmão e o meu primo e depois vieram os restantes miúdos do bairro, mas a equipa essa sempre foi conhecida como o Team Caldeiras. O meu pai chegou a comprar uma Ford Transit antiga, de 9 lugares,que equipámos com um suporte em ferro para acomodar todas as bicicletas. Instalámos um rádio e sistema de som que devia valer mais que a própria carrinha, mas que fazia a delicia de todos nos milhares de kms que percorremos por este país fora. O cd pais pedido era o dos Mamonas Assassinas, já dominávamos a letra de todas as faixas do álbum.

Outra recordação que tenho desta época é de raramente termos um fim de semana em que ficávamos em casa, quando isso acontecia era muito estranho... Lembro-me de dormir em pensões com uma casa de banho por andar, mas nem assim o divertimento era menor ou era motivo para não irmos até uma das extremidades de Portugal para participar num qualquer prova de btt, outros tempos...

Fiz muitas amizades, que ainda hoje se mantêm, apesar do afastamento normal, que a vida de adulto assim obriga, conheci muitas pessoas interessantes, algumas delas são hoje profissionais em equipas internacionais de ciclismo.

O ciclismo e os valores incutidos pelos meus pais em criança, tornaram-me no adulto que hoje sou. Tenho muito o que agradecer a esta modalidade, infelizmente a minha maior perda, também foi devido ao ciclismo. Levou-me um irmão mais novo demasiado cedo, a dor e a revolta foram indescritíveis...

Estive alguns anos afastado de tudo isto, mas o amor por este desporto falou mais alto e aos poucos fui regressando à modalidade e hoje, devidamente adaptado à minha realidade profissional e familiar, voltei a divertir-me em cima de uma bicicleta.



My first time ... My first time in a cycling event was in 1992, I had a fantastic 13 years old! Damn, it looks like it was in another life!

As I was saying it was 25 years ago, in parque de merendas da comenda, Setubal. I remember as if it were today, the excitement, the nervousness to participate in my first competition on 2 wheels. The reality was quite different from today.

A steel bike that weighs a good 16kg, quite different from the current one that does not reach 10kg, but as they say when we do not know any other reality, we do not miss what we do not have. Clipless pedals, at this point, i did not even know what that was, the technical clothing then, was a shirt that looked like sandpaper, the pad, if you could call it a pad, was a little thicker than the lycra itself and the helmet, then, was nothing more than a piece of sphincter with a lycra on top.

Nowadays, when I review photos of my beginnings in cycling, I think about how it was possible to ride in those conditions, but it was. And the fun that I had in those years. The team was composed by me, my father and two uncles, we were Team Caldeiras! Federated team, which many trophies have conquered throughout their years of existence. In this event I won my first one, by crossing the finish line in second place, almost in a state of vomit due to the effort ...

Over time, others joined us, first my brother and my cousin and then came the remaining kids in the neighborhood, but the team would always be knowned as Team Caldeiras. My father even bought an old Ford Transit, 9 seats, which we fitted with an iron bracket, on the top, to accommodate all bikes. We installed a radio and sound system that should be worth more than the van itself, but which made everyone delight in the thousands of miles that we have traveled through Portugal. The most requested cd was Mamonas Assassinas, we already dominated the lyrics of all the tracks of the album.

Another reminder that I have of this time is that we rarely had a weekend where we stayed at home, when this happened it was very strange ... I remember sleeping in pensions with one bathroom per floor, but even then the fun was no less or a reason not to go to one end of Portugal to participate in another mountain bike race, other times ...

I made many friendships, which still remain today, despite the normal separation, which adult life requires, I met many interesting people, some of them are now professionals in international cycling teams.

Cycling and values ​​instilled by my parents as a child have made me the adult I am today. I have much to thank for this sport, unfortunately my biggest loss, was also due to cycling. It took my younger brother too early, the pain and the revolt were indescribable ...


I have been away from all of this for a few years, but my love for this sport has spoken louder and gradually I have been returning to cycling and today, duly adapted to my professional and family life, I once again had fun on a bicycle.

Sem comentários: