27 de julho de 2017

REVIEW | GARMIN EDGE 1000

27.7.17

Antes de me ter sido dada a oportunidade de experimentar o Garmin Edge 1000, a minha forma de captação de dados durante um treino era através de um medidor de frequência cardíaca, com poucas funções e através da aplicação do Strava no meu smartphone.

Considero-me uma pessoa que está sempre atenta às novas tecnologias, principalmente na área das bicicletas, mas por várias razões, sendo a principal a monetária, nunca me tinha decidido a adquirir um computador de bicicleta.

Ora quando surgiu a oportunidade de experimentar um, ainda mais o Edge 1000, considerado por muitos como o topo de gama dos computadores de ciclismo, até bati palminhas!!! Durante 3 meses usei e abusei do Edge 1000 e mesmo assim não explorei todas as suas funções...

A diferença de mundos é abismal, senti que saí da idade da pedra directamente para o futuro! Poder controlar tantas variáveis simultaneamente no mesmo monitor a cores é maravilhoso e para lá de eficiente. Com um simples dedo podemos mudar por completo o display e passar para diferentes opções de visualização, como por exemplo os mapas de navegação e o gráfico de altimetria, tudo isto sem ter de retirar as luvas, tal não é a sensibilidade do monitor.




Um dos meus receios seria a complexidade dos computadores de bicicleta, passar de um simples relógio para algo mil vezes mais evoluído pode intimidar qualquer um, mas é um engano! O grau de intuição, na Garmin, é de tal forma que consegui sempre chegar onde queria, sem qualquer ajuda, com excepção do emparelhamento com o smartphone, muito por culpa minha, pois desconhecia que temos de fazer dois emparelhamentos em vez de um para conseguir receber as notificações de chamada e mensagem no computador.

Acabaram-se os problemas de ficar sem bateria no smartphone em voltas grandes e depois ficar sem o meu registo no Strava... podem-me tirar tudo menos a minha volta no Strava! :) Com o  Edge 1000, depois do emparelhamento entre contas da Garmin e o Strava, o upload é feito automaticamente, deixando para o utilizador apenas a personalização do nome e por vezes a colocação de fotos.





Tudo isto que vos descrevo, são apenas as funcionalidades básicas, pois o Edge 1000 é isto e muito mais... Uma funcionalidade importante, pois diz respeito à nossa segurança é  o LiveTrack, onde os nossos amigos ou no meu caso a minha esposa pode seguir a minha volta em directo.

Para os ciclistas mais avançados o Edge 1000 tem software WKO4, desenvolvido pela TrainingPeaks, este software mudou a forma com que os treinadores e atletas analisam os dados e prescrevem exercícios.



A minha ultima aventura com o Edge 1000 foi no Race Nature Mondim de Basto, 3 dias de BTT em navegação por GPS. Foi a minha primeira experiência em eventos deste tipo e a navegar através de mapas, mais uma vez o Edge 1000 esteve à altura do desafio.

Para vos comprovar tudo o que vos escrevo, posso dizer que após a devolução do Edge 1000 fiquei com a sensação de que as minhas voltas de bicicleta já não eram iguais, a sensação de vazio de falta de algo foi constante, pelo menos até conseguir comprar o meu Garmin. Infelizmente por uma questão de orçamento não consegui adquirir o Edge 1000, mas consegui o Edge 820 que a meu ver não fica nada atrás, pelo menos para a minha utilização, nem mesmo a reduzida dimensão do monitor, quando comparada com o Edge 1000 me fez desgostar do Edge 820.

Estou completamente rendido a esta tecnologia e não me consigo ver a andar de bicicleta sem ela!

Se quiserem podem consultar todas as funcionalidade do Edge 1000, na página da Garmin aqui e podem inclusive fazer comparativos entre dispositivos para escolherem o que melhor se aplica às vossas características ou carteira.



Before I was given the opportunity to try the Garmin Edge 1000, my form of data capture during a workout was through a heart rate monitor with few functions and by using the Strava on my smartphone.

I consider myself a person who is always attentive to new technologies, especially in the area of ​​bicycles, but for various reasons, the main one being money, I had never decided to buy a bicycle computer.

Now when the opportunity came to test one, even more being the Edge 1000, considered by many as the top of the range of cycling computers, i clap my hands of excitement!!! For 3 months I used and abused the Edge 1000 and even then I did not explore all its functions ...

The difference of worlds is abysmal, I felt that I came out of the stone age directly into the future! Being able to control so many variables simultaneously on the same color monitor is wonderful and beyond efficient. With a simple finger we can completely change the display and move to different display options, such as navigation maps and altimetry chart, all without removing the gloves, due to the sensitivity of the monitor.

One of my fears would be the complexity of cycling computers, moving from a simple watch to something a thousand times more evolved can intimidate anyone, but it's a mistake! The degree of intuition, in Garmin, is such that I always get where I wanted, without any help, except for the pairing with the smartphone, much because of me, since I did not know that we have to make two pairings instead of one, to receive the call and message notifications on the computer.

The problems of running out of battery in the smartphone in big laps and ending without my registration on Strava ... I can deal with everything but don't take away my Strava round :) With the Edge 1000, after the pairing between Garmin and Strava accounts, the upload is done automatically, leaving the user to only personalize the name and sometimes the placement of photos.

All this that I describe to you, are just the basic features, because the Edge 1000 is this and much more... An important feature as it relates to our security is the LiveTrack, where our friends or in my case my wife can follow my bike rides live.

For more advanced riders the Edge 1000 has WKO4 software, developed by TrainingPeaks, this software has changed the way coaches and athletes analyze data and prescribe exercises.

My last adventure with the Edge 1000 was in the Race Nature Mondim de Basto, 3 days of mountain biking in GPS navigation. It was my first experience at such events and navigating through maps, again the Edge 1000 was up to the challenge.

In order to prove to you everything I wrote, I can say that after my use of the Edge 1000 I got the feeling that my bike rides were no longer the same, the feeling of something lacking was constant, at least until I could buy my Garmin. Unfortunately for a budget issue I could not get the Edge 1000, but I got the Edge 820 which from my point of view stays nothing behind, at least for my use, not even the small size of the monitor, when compared to the Edge 1000 made me dislike the Edge 820.

I am completely surrendered to this technology and I can not see myself riding a bike without it!

If you want, you can check all the functionality of the Edge 1000 on the Garmin page here and you can even make comparisons between devices to choose the one that best suits your features or wallet.


Sem comentários: