4 de março de 2019

FÉRIAS EM FAMÍLIA A PEDALAR JUST FOR FUN

4.3.19


Sou só eu, ou ultimamente só se pedala para bater recordes de strava, para descarregar aquele colega numa subida acentuada, cumprir com elaborados planos de treino, com vista a participações em eventos amadores...


Quando é que foi a ultima vez que pedalaram, apenas pelo simples prazer de pedalar? Utilizar o gps, mas apenas para registar esse acto de pedalar. Pedalar e desfrutar da paisagem, dos sons, dos amigos.

Não me interpretem mal, não critico quem seja competitivo, também já o fui. Já fiz competição em duas rodas durante mais de dez anos, mas agora que me aproximo dos quarenta anos de idade, olho à minha volta e vejo cada vez mais esta competitividade, que chega a ser doentia, em pessoas que o melhor que teriam a fazer seria simplesmente desfrutar do prazer de pedalar.

E foi isso mesmo que me decidi a fazer na segunda metade das nossas férias em familia. Após a primeira metade em São Pedro de Moel, podem ler tudo aqui, partimos para o Orbitur Gala, junto à Figueira da Foz.



Voltámos a instalar toda a familia nos maravilhosos bungalows e decidimos explorar o parque e a área circundante onde descobrimos uma praia maravilhosa. infelizmente não estava uma temperatura apropriada para a sua melhor utilização, não obstante a diversão em familia foi mais que muita.



Depois de tudo devidamente instalado e as visitas urbanas planeadas, chegou a minha vez de decidir o que queria fazer de bicicleta. Como a familia queria visitar o castelo de Montemor-o-Novo, tinha o meu destino traçado, só me restava planear o percurso... mas desta vez decidi que iria partir à descoberta, sabia mais ou menos a direcção a seguir mas iria aventurar-me por estradas secundárias, sem rotas pré-definidas no gps.

E assim foi, saí sem planeamentos de maior, o que acabou por resultar em alguns enganos de direcção, paragens para perguntar essa mesma direcção, mas permitiu-me descobrir maravilhosas estradas secundárias, praticamente sem trânsito e no final acabei por chegar ao meu destino, onde tinha a minha familia à espera.








No regresso ainda passámos pelas típicas casas de venda de sal, onde fizemos um abastecimento para os próximos anos.

Estou cada vez mais fã de pedalar só por pedalar. Vou continuar a participar em eventos porque gosto do desafio, mas sem me preocupar com a classificação, quero cada vez mais pedalar para partir à descoberta de novas estradas, novas culturas, novos países. 

Pedalar, just for fun!



It's just me, or in the last years, people only pedal to brake strava records, to unload that colleague on a steep climb, comply with elaborate training plans, with the objective of participating in amateur events ...

When was the last time you pedaled, just for the sake of pedaling? Use the GPS, but only to record this act of pedaling. Pedaling and enjoying the scenery, the sounds, the friends.

Do not get me wrong, I do not criticize anyone who is competitive, I have already been. I've competed on two wheels for over ten years, but now that I'm approaching forty, I look around and see more and more this competitiveness, which turns out to be unhealthy in people, the best they would have to do would simply enjoy the pleasure of pedaling.

And that's what I decided to do in the second half of our family vacation. After the first half in São Pedro de Moel, you can read everything here, we leave for the Orbitur Gala, next to Figueira da Foz.

We re-installed the whole family in the wonderful bungalows and decided to explore the park and the surrounding area where we discovered a wonderful beach. Unfortunately it was not a suitable temperature for its best use, despite the family fun was more than a lot.

After everything properly installed and the planned urban visits, it was my turn to decide what I wanted to do on the bicycle. As the family wanted to visit the castle of Montemor-o-Novo, I had my destiny drawn, I had only to plan the course ... but this time I decided that I would road into the unknown,  I knew more or less the direction to follow but I would venture by secondary roads, with no pre-defined routes on the GPS.

And so it was, I left without great planning, which eventually resulted in some misunderstanding, stops to ask for direction, but allowed me to discover wonderful secondary roads, practically without traffic and in the end I finally reached my destination, where I had my family waiting.

On the way back we passed through the typical salt houses, where we made a supply for the next years.

I am more and more a fan of pedaling just by pedaling. I will continue to participate in events because I like the challenge, but without worrying about classification, I want more and more to ride for the discovery of new roads, new cultures, new countries.

Pedaling, just for fun!

Sem comentários: